Projeto conceitual de reforma e ampliação da Escola Ginda Bloch é apresentado ao Prefeito Vinicius Claussen

You are currently viewing Projeto conceitual de reforma e ampliação da Escola Ginda Bloch é apresentado ao Prefeito Vinicius Claussen
Compartilhar:

Apresentado nesta segunda-feira, 08/08, ao Prefeito Vinicius Claussen, o projeto conceitual de reforma e ampliação da Escola Municipal Ginda Bloch, no Alto. Construída em 1970 a pedido do jornalista e empresário Adolpho Bloch, com projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, a escola foi tombada em 2013 pelo Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico do Município.

Elaborado pelo arquiteto Paulo Sérgio Niemeyer, presidente do Instituto Oscar Niemeyer de Políticas Públicas, Culturais e Econômicas, o projeto inclui novas salas de aula, área apropriada para biblioteca e laboratório de informática e cobertura da quadra esportiva, com as intervenções respeitando as características do imóvel.

“Recebemos um projeto conceitual generoso, de valorização da história e da cultura do grande arquiteto Oscar Niemeyer, que vai ampliar a função socioeducacional da escola e praticamente dobrar a sua capacidade de alunos. Queremos, inclusive, implantar um projeto vocacionado para a tecnologia nessa nova fase do Ginda Bloch. Em breve, partiremos para a elaboração do projeto executivo da obra”, comemorou o Prefeito Vinicius Claussen.

A reunião deu continuidade à visita técnica feita em fevereiro pelo presidente do Instituto Niemeyer, Paulo Sérgio Niemeyer, e o vice-presidente do instituto, Thiago Sanderson, quando eles conheceram as instalações da escola e conversaram sobre futuro convênio entre a Prefeitura e o Instituto com o objetivo de adequar a Escola Ginda Bloch às necessidades atuais da Educação.

“A ideia era fazer a cobertura da quadra e chegamos numa proposta de expansão, já que a escola tem grande demanda de alunos e não tem espaço físico. Conseguimos uma solução que não agride a característica da escola, nos fundos do prédio escolar, com um complexo moderno. Estou muito feliz com esse projeto, porque Adolpho Bloch era um amigo do Oscar Niemeyer, que passou a ser o arquiteto do Bloch. Pra mim é uma grande honra”, relatou o Paulo Sergio Niemeyer, que é bisneto do Oscar Niemeyer.

O encontro foi acompanhado pelos secretários municipais Cléo Jordão (Cultura), Elizabeth Mazzi (Turismo), Ricardo Pereira (Obras) e Luiz Cláudio Moraes (Fiscalização de Obras) e o subsecretário de Educação, Alex Wey, pelo vice-presidente do Instituto Niemeyer, Thiago Sanderson, e o consultor técnico, Harrison Gomes.

Fotos: Bruno Nepomuceno