Produção do longa ‘Rio de Clarice’ movimenta e projeta Teresópolis

Você está visualizando atualmente Produção do longa ‘Rio de Clarice’ movimenta e projeta Teresópolis
Atriz Letícia Isnard em gravação do longa 'Rio de Clarice' pelas ruas do centro de Teresópolis
Compartilhar:

Escolhido para servir de locação do longa-metragem “Rio de Clarice”, em breve Teresópolis poderá ser visto nas telonas. O filme é uma adaptação de cinco contos da escritora Clarice Lispector para o cinema e tem produção da Aboim Produções e Artes e Taboca Produções Artísticas, empresas de Teresópolis com registro na Agência Nacional do Cinema (Ancine) e experiência de mais de 30 anos em produções audiovisuais.

Durante 9 semanas, a produção do longa movimentou a economia da cidade, principalmente nos setores de aluguel de transportes, carros particulares, hotelaria, alimentação, restaurantes, locação de casas e postos de combustível, entre outros. Segundo a produção, foram aproximadamente R$ 2 milhões de investimentos entre 22 de fevereiro e 27 de abril, período em que atores famosos e artistas da cidade contracenaram juntos, numa equipe técnica com mais de 60 pessoas.

Com roteiro de Nicole Allgranti, criadora do projeto, e de Teresa Montero (biógrafa de Clarice Lispector), o longa entra agora em fase de edição e finalização e será lançado em salas de cinemas, festivais nacionais e internacionais e canais de streaming.

“Cenário constante de novelas, documentários e filmes por suas belezas naturais, desta vez Teresópolis foi selecionado como locação para um longa baseado na obra de tão importante escritora brasileira. Certamente, o município ganhará ainda mais visibilidade turística e cultural. Nosso agradecimento à produção por movimentar a economia da cidade e incluir talentos locais em seu primoroso elenco e também a todos que contribuíram para a concretização dessa obra. Estamos sempre de braços abertos para a realização de novas produções”, pontuou o secretário municipal de Cultura, Ricardo Guarilha.

Os cenários: As filmagens foram realizadas no Município, começando com uma cena de drone saindo do Rio de Janeiro e subindo a serra de Teresópolis. Os cinco contos filmados de uma das autoras mais prestigiadas do mundo, e adaptados para o cinema com a maestria de diretoras mulheres de cinema convidadas para o projeto, tiveram os sets de filmagem montados em vários pontos, na cidade e no interior.

São eles: 1) Feliz Aniversário – direção Maria Luiza Aboim: Sobrado Histórico José Francisco Lippi, em Venda Nova, na área rural; 2) Mal-estar de Um Anjo – direção Eunice Gutman: ruas do bairro do Alto e Alterdata Software, na Várzea; 3) A Bela e a Fera – direção Nicole Allgranti: Rodoviária de Teresópolis, no Centro, e bairro Agriões de Dentro, na área rural; 4) Preciosidade – direção Bárbara Kahane: filmado em ruas da cidade e no Centro Educacional Helena de Paula Tavares, escola municipal no bairro Araras; 5) Amor – direção Taciana Oliveira: Parque Nacional da Serra dos Órgãos e bairro Granja Guarani.

Elenco: Uma equipe de produção majoritariamente formada por mulheres, com profissionais do Rio de Janeiro e contratação de inúmeros profissionais de Teresópolis, trouxe recursos para a cidade e aprendizado da produção de um longa-metragem de ficção.

O elenco inclui atores renomados e conhecidos do público como Letícia Spiller, Louise Cardoso, Lucélia Santos, Bia Sion, Júlio Levy, Letícia Isnard, Guida Viana, Freddy Ribeiro, Gabrielle Farias, Bruno Barbosa, Dora Pellegrino, Madhya e Ilana Progrebinschi, Ana Chagas, Luiz Octávio Moraes, Luiz Ramalho, Karolyna Mendes, Flávio Bauraqui, Duaia Assumpção e Hugo Benemer, em parceria com atores locais como Beto Corrêa, Pedro Menezes, Marcus Wolf, Matheus Januário, Rafael Araújo, Tiago Dumard, Ayrton Rebello, Elvira Helena, Vitor Arcanjo, Andrea Sant´Anna, Marcus Vinicius Vianna, Layane Pavão, Dion Domingues, Pedro Soares, Leonardo Pergaminho, Júlia Girassol, Guilherme Rocha, Jany Dias, Fernanda Pieri, Ramon Amaral e Rickelmy Araújo.

De acordo com os produtores, a produção só foi possível acontecer na cidade com o fundamental apoio do Ministério da Cultura/Governo Federal, Secretaria de Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, Lei Paulo Gustavo, Prefeitura de Teresópolis – por meio das secretarias municipais de Cultura/Casa de Cultura Adolpho Bloch e de Segurança Pública/Guarda Civil Municipal, Centro Cultural Feso Pro Arte, Parque Nacional da Serra dos Órgãos e das empresas Alterdata, Águas da Imperatriz, Maria Torta, Hotel Athos, Pousada Botânia, Ecobio, Dover Roll, Werner Tecidos, Padaria Lavoro e Molduraria RZ & Filhos.

Fotos: crédito_Arquivo Produção e Imagem