Primeiros Socorros: Prefeitura prepara projetos de capacitação de professores, funcionários e alunos

You are currently viewing Primeiros Socorros: Prefeitura prepara projetos de capacitação de professores, funcionários e alunos
Servidores das secretarias de Educação e de Saúde, do SAMU Teresópolis e do Unifeso em reunião para implantação do 'SAMU na Escola'
Compartilhar:

Iniciativas acontecem em parceria com Unifeso e SAMU Teresópolis

A Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e de Saúde, iniciou os preparativos para a implantação da capacitação de professores, funcionários e alunos de escolas públicas de Teresópolis em primeiros socorros e Suporte Básico de Vida. Intitulada ‘SAMU na Escola’, a capacitação de professores e funcionários será promovida em parceria com o SAMU Teresópolis. Já o curso voltado para os estudantes do 9º Ano do Ensino Fundamental será promovido em parceria firmada com o Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos), com o nome ‘CapacitAÇÃO.

A primeira reunião de alinhamento, realizada na última quarta-feira, 5, na Secretaria Municipal de Educação, contou com a participação do coordenador do SAMU Teresópolis, Pablo Féo, e do enfermeiro responsável técnico pelo Serviço de Atendimento Municipal de Urgência, Marcos Cardinot, Valéria Machado, coordenadora do Programa Saúde na Escola, vinculado à Secretaria M. de Saúde, da responsável pelo projeto ‘CapacitAÇÃO’, do Unifeso, Andrea Doczy,   e dos servidores da Secretaria Municipal  de Educação, Alex Wey (subsecretário), Aline Quaglio e Cintia Tullii.

Os socorros de urgência, tais como o Suporte Básico de Vida (SBV) e os primeiros socorros, são medidas iniciais e imediatas aplicadas a uma vítima de acidente ou mal súbito fora das unidades de saúde. Têm como principal objetivo aumentar as chances de vida do paciente e diminuir o risco de sequelas. “O projeto CapacitAÇÃO tem o objetivo de capacitar de forma teórico-prática alunos de escolas públicas do município em Suporte Básico de Vida e primeiros socorros, instruindo quanto à identificação e resolução de situações de parada cardiorrespiratória e primeiros socorros de forma correta, tanto no ambiente escolar como em qualquer outro cenário, contribuindo para evitar, assim, óbitos e danos resultantes desses episódios”, destacou a responsável pelo CapacitAÇÃO, Andrea Doczy, ressaltando que os participantes da capacitação se tornarão multiplicadores do conhecimento adquirido.

“Vários são os acidentes que ocorrem em espaços escolares, dentre os quais quedas, convulsões, engasgamentos, queimaduras, cortes, hemorragias, entorses, fraturas, intoxicação e parada cardiorrespiratória. A inserção dos cursos em primeiros socorros e SBV será de suma importância para a promoção da saúde da comunidade escolar”, explicou o coordenador do SAMU Teresópolis, Pablo Féo.

A função do espaço escolar não se restringe apenas a transmissão de conteúdos, mas a proposta de que este seja também um local que propicie este aprendizado através do acolhimento e cuidados com os alunos. O Programa Saúde na Escola é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras.

“Considerando uma das ações que compõem o ciclo do Programa Saúde na Escola ‘Prevenção das violências e dos acidentes’, o crescente registro de emergências no ambiente escolar e entendendo a necessidade de orientações quanto aos primeiros socorros nas escolas, estamos apresentando o projeto ‘SAMU na Escola’, que tem como objetivo auxiliar a Secretaria Municipal de Educação no cumprimento da Lei Federal nº 13.722/2018”, pontuou a coordenadora do Programa Saúde na Escola, Valéria Machado.

Projeto ‘SAMU nas Escolas’

O projeto ‘SAMU na Escola’ tem o objetivo geral de transmitir noções básicas de primeiros socorros, visando garantir e aumentar a segurança de crianças e adolescentes no meio escolar. Entre as metas da iniciativa estão a capacitação para que os participantes reconheçam situações de risco à vida; consigam identificar as condições do paciente; saibam a técnica necessária para o atendimento; e entendam a importância das noções básicas de primeiros socorros no ambiente escolar.

A proposta inicial do projeto prevê encontros semanais com os profissionais do SAMU Teresópolis, junto aos docentes e demais profissionais das unidades escolares, para aulas teóricas e práticas, com carga horária de duas horas cada uma. Visando facilitar o aprendizado e garantir um bom entendimento do conteúdo das aulas, está prevista a formação de turmas com no máximo 30 pessoas. O conteúdo programático terá as seguintes temáticas: Noções Básicas dos Sistemas (nervoso, respiratório e circulatório), ‘Manobra de Heimlich’, Epilepsias e Convulsões, Suporte Básico de Vida e Noções de atendimento ao Trauma. Ressalta-se que a proposta de formação estará de acordo com o cronograma do calendário escolar.

Ao final do módulo, pretende-se que o participante esteja apto a reconhecer e tratar as principais situações de emergência de engasgo e agir de imediato diante dessa situação, identificação precoce de uma parada cardiorrespiratória e, em caso de necessidade, realizar Suporte Básico de Vida. Entre as habilidades, deverá ser capaz de realizar o acionamento do Serviço de Emergência de forma sucinta e eficaz, realizar a manobra de Heimlich, manobras de reanimação cardiorrespiratória e proteger o paciente em caso de convulsões ou traumas.

Foto: Divulgação