Atividades pelo Dia Mundial do Meio Ambiente movimentam praça pública em Teresópolis

Você está visualizando atualmente Atividades pelo Dia Mundial do Meio Ambiente movimentam praça pública em Teresópolis
Compartilhar:

Diversas atividades promovidas pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, data celebrada em 5 de junho, movimentaram a Praça Juscelino Kubitschek e o entorno da Casa de Cultura Adolpho Bloch, em Araras, na última quinta-feira, 06/06.

Coordenada pelo setor de Educação Ambiental e Sala Verde Que Te Quero Verde, ambas da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a programação teve parceria das secretarias de Cultura, Defesa Civil, Serviços Públicos/Horto Municipal Carlos Guinle e de Turismo, além do Grupo Águas da Imperatriz, Programa Recicla Terê, Projeto Educando com o Aurita Associação Artes da Serra, Movimento Slam 04 Cantos e do Projeto Roda de Coco de Zabumba.

“O evento aconteceu de forma colaborativa, contando com tantas parcerias que enriqueceram múltiplos e diferentes assuntos complementares sobre o que conhecemos como meio ambiente. Mutirão de limpeza, coleta seletiva, procedimentos sobre o tratamento de água, história local e intervenções culturais e artísticas foram as principais atividades”, explicou a educadora ambiental Victoria Canto, da Secretaria de Meio Ambiente.

Mobilização de estudantes: Em parceria com o Horto Municipal e a concessionária Águas da Imperatriz, alunos do Centro Educacional Nossa Senhora de Fátima (CENSF) realizaram o plantio de 15 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, sendo ressaltada a importância das árvores e florestas para a proteção do rio. Após a mobilização, todos foram instruídos sobre as principais formas de separação dos resíduos recicláveis para a correta destinação ao programa municipal Recicla Terê, de coleta seletiva.

“Por ser uma área de convivência dos alunos do CENSF, os próprios estudantes puderam participar desta mobilização através do mutirão de limpeza, que resultou em, aproximadamente, 20 sacolas de resíduos. Os recicláveis contribuíram para o trabalho da Cooperativa Fênix, que atua através do programa Recicla Terê”, comentou Victoria Canto.

Meio ambiente e cultura: A programação aliou sensibilização ambiental e valorização da cultura local. O Projeto Educando com o Aurita proporcionou conhecimentos sobre a proteção do Sagui-da-serra-escuro, primata endêmico da Mata Atlântica e ameaçado de extinção. A Águas da Imperatriz demonstrou o processo de tratamento da água para o consumo, através de um Jar Test.

Belos produtos de artesanato reciclável, representados pela Associação Artes da Serra, foram expostos pela professora e artesã, Alessandra Rodrigues, que divulgou a importância do trabalho local e da reciclagem para a geração de renda. Apresentação em maquete sobre a história da criação da Casa de Cultura Adolpho Bloch, feita pelo subsecretário de Turismo, Henrique Silva, foi mais uma das importantes atrações do evento. O Slam 04 Cantos, movimento que estimula a arte a partir da rima e da poesia, com as representações de Roque Marciano e Matheus Moura, envolveram os estudantes através de falas sobre os preocupantes e atuais modos de vida em relação ao meio ambiente.

Através da Secretaria de Cultura, a Roda de Coco de Zabumba, representada por Xando Pernambuco e contemplada pela Lei Paulo Gustavo no município, levou animação através da música, proporcionando elementos culturais do Nordeste para todo o público do evento, reforçando a importância das manifestações culturais para ampliar a conscientização sobre as questões ambientais no mundo contemporâneo.

Fotos: Bruno Nepomuceno