Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense encerra curso em Teresópolis

You are currently viewing Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense encerra curso em Teresópolis
Compartilhar:

Marcado para 30 de novembro o encerramento da capacitação dos artesãos de Teresópolis por meio do Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense (PFAF). Desenvolvido pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o programa visa fomentar o artesanato fluminense a partir da capacitação dos artesãos e a realização de feiras de artesanato em cada um dos 46 municípios participantes.

Com duração de quatro meses, ministrado pela Faculdade de Administração e Finanças da UERJ, e realizado na cidade com apoio da Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, o curso ‘Qualificar para melhor empreender’ teve aulas presenciais e encontros online e simultâneos duas vezes por semana para todos os municípios que integram o bloco 4, ao qual Teresópolis pertence. Ao longo da capacitação foram abordados seis módulos: Branding e Varejo, Marketing Digital, Excelência no Atendimento, Gestão de Compras e Estoque, Gestão Financeira e Acesso ao Crédito para o Pequeno Empreendedor.

A Equipe do Programa salienta que “é com muito orgulho que anunciamos o sucesso do curso de capacitação! Chegamos ao final dessa etapa do programa onde os municípios do bloco 4 foram beneficiados com 60 horas de aulas voltadas ao Marketing e Empreendedorismo, impactando suas vendas e seu modo de ver o mercado de artesanato. Nas aulas, os artesãos puderam trocar experiências, tornando o processo enriquecedor. Tivemos centenas de depoimentos, que podem ser conferidos no perfil @pfaf_uerj, expressando como esse convívio com outros artesãos enalteceu a experiência e como as aulas ajudaram suas vendas, tal como seu modo de empreender. É muito gratificante perceber que o programa deveras afetou positivamente a vida de centenas de pessoas ao longo do ano de 2022”.

A próxima etapa da formação é a entrega de certificado aos artesãos que tiverem 70% de presença e a realização de uma feira de economia criativa. O programa fornecerá a estrutura de barracas, equipamentos de luz, som e um palco onde artistas locais se apresentarão. Além da oportunidade dos artesãos aplicarem o conhecimento adquirido ao longo do curso, a feira também exercerá o papel de fomentar o artesanato, fortalecer e valorizar a economia cultural local.

“Este é um excelente resultado do acordo de cooperação técnica firmado com a UERJ para a vinda do Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense para Teresópolis. A ação ainda incluiu o mapeamento dos artistas e grupos artísticos do município, a fim de facilitar a sua inclusão em futuras políticas públicas culturais. Nosso agradecimento à UERJ e à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa pelas iniciativas de valorização da produção artesanal e dos nossos artesãos”, assinala Cléo Jordão, secretária municipal de Cultura.