Prefeitura de Teresópolis assina acordo com o Instituto Federal do Rio de Janeiro para ofertar cursos 100% gratuitos à população

You are currently viewing Prefeitura de Teresópolis assina acordo com o Instituto Federal do Rio de Janeiro para ofertar cursos 100% gratuitos à população
Compartilhar:

Ação é o primeiro passo para a implantação de um campus no município

Ampliando a oferta de educação pública gratuita e de qualidade em Teresópolis, o Prefeito Vinicius Claussen assinou na última sexta-feira, 1º de julho, acordo de cooperação técnica com o IFRJ – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. Em pauta, o desenvolvimento conjunto de atividades que incluem cursos, oficinas, seminários, projetos de pesquisa e extensão no município, no âmbito das políticas de valorização e inclusão das pessoas com deficiência, diversidade etária, as culturas indígenas e populares, as relações étnico-raciais, relações de gênero, trabalhadores rurais e grupos em vulnerabilidade social.

A assinatura foi realizada na Prefeitura, pelo Reitor do IFRJ, Rafael Barreto Almada. Também participaram a Pró-reitora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, Alessandra Ciambarella Paulon, o diretor de Articulação Institucional, Eládio Bandeira, o defensor público federal, Julio Cezar de Queiroz, secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Vinicius Oberg, e o Ouvidor Geral do Município, Leonardo Manso.

“É nossa busca pela qualificação profissional e de oportunidades aos jovens. Iniciaremos com cursos técnicos de Formação Inicial e Continuada (FIC), que estão sendo definidos pela secretaria executiva do IFRJ. Abrimos um processo para constituição de um campus em Teresópolis e, para isso, vamos avaliar um espaço no terreno da antiga fábrica Sudamtex e também um prédio federal, a fim de estudar a possibilidade de futura cessão. É a nossa gestão trabalhando para melhorar as oportunidades aos jovens por meio da oferta de cursos de graduação de excelência dentro de Teresópolis”, pontuou o Prefeito Vinicius Claussen.

De acordo com o Reitor Rafael Almada, a assinatura do acordo de cooperação técnica permite que o IFRJ já realize ações de ensino, extensão e pesquisa na cidade. “Pensamos em alguns cursos focados nos arranjos produtivos locais e nas demandas da população para iniciar alguns deles e, no futuro, construir uma unidade do Instituto Federal do Rio de Janeiro em Teresópolis. É um horizonte possível, pois a maioria dos nossos campi começou com a assinatura de um acordo como esse. A expectativa é que comecemos logo a formar profissionais na área de educação tecnológica, co m cursos técnicos de qualificação profissional. Há uma infinidade que podemos concretizar”, destacou Rafael Almada.

O secretário e Ciência e Tecnologia ressalta que a iniciativa é mais uma ação de reestruturação e fortalecimento do Ensino Superior, iniciada pelo Prefeito Vinicius Claussen no seu primeiro mandato (2018-2020). “A Gestão Municipal começou esse trabalho com a consolidação da UERJ em Teresópolis e continuou com a inauguração do Polo CEDERJ, em fevereiro de 2021, por meio de cooperação técnica com a Fundação CECIERJ/Secretaria de Estado de C iência, Tecnologia e Inovação. Agora, estamos concretizando um sonho antigo do município: ter uma instituição federal em Teresópolis. É mais uma ação para ampliar a oferta de ensino público gratuito para os jovens e toda a população”, concluiu Vinicius Oberg.

O Instituto

Criado em 2008, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) é uma instituição de ensino que oferece cursos de Formação Inicial e Continuada, Técnicos de Nível Médio, de Graduação Superior de Tecnologia, de Pós-Graduação e de Extensão, todos gratuitos e para todas as idades. É formado pela reitoria e possui campus em 15 municípios fluminenses.

Qualquer pessoa pode se candidatar aos processos seletivos que são abertos para cada curso, desde que cumpra os requisitos exigidos para cada nível de ensino e para cada edital. O ingresso aos cursos de graduação do IFRJ acontece por meio do Sistema de Seleção Unificada do MEC (SISU/MEC), com base na nota obtida pelo estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); pelos processos seletivos de transferência externa e reingresso; e por manutenção de vínculo.

Fotos: Bruno Nepomuceno