INFORME: Meningite em Teresópolis

You are currently viewing INFORME: Meningite em Teresópolis
Compartilhar:

A Secretaria Municipal de Saúde informa que não há surto da doença em Teresópolis. Segundo a Divisão de Vigilância Epidemiológica (DVE), setor responsável pelo acompanhamento, foram notificados 8 casos suspeitos entre novembro e dezembro, de crianças entre 6 meses a 9 anos de idade. Destes, 4 casos são considerados de interesse epidemiológico, sendo que os profissionais de saúde já tomaram as medidas de diagnóstico e cuidados aos pacientes.

Ressalta-se ainda que não foram registrados óbitos por meningite em 2022.

A orientação dada pelas equipes de saúde é de que pais ou responsáveis mantenham a vacinação das crianças atualizada, uma vez que o imunizante se encontra disponível em todas as unidades de saúde da cidade e interior.

A SMS alerta que os cuidados acerca da contaminação pelo vírus envolvem medidas gerais de higiene geral, respiratória e do ambiente, que deve ser bem ventilado, evitando locais de grande aglomeração.

Imunizantes distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), disponíveis nas unidades de saúde municipais:

  • Vacina meningocócica conjugada C: previne doenças causadas pela bactéria Neisseria Meningitidis do grupo C. A vacina é indicada para crianças com 3, 5 e 12 meses
  • Vacina meningo ACWY: indicada para adolescentes de 11 a 14 anos, 11 meses e 19 dias como reforço ou dose única.
  • Vacina BCG: previne as formas mais graves da tuberculose, dentre elas a meningite tuberculosa e tuberculose miliar. Indicada para recém-nascidos.
  • Vacina Pentavalente: previne contra a infecção causada pela bactéria Haemophilus Influenzae b. Indicada para crianças de 2, 4 e 6 meses de vida.
  • Vacina Pneumocócica 23 valente: para a população acima de 60 anos de idade.
  • Vacina Pneumocócica 10 valente: para crianças com 2, 4 e 12 meses de vida.